Engenharia de Software

Ferramentas CASE

Alexander Monteiro curti este post

A Engenharia de Software Auxiliada por Computador (CASE – Computer-Aided Software Engineering) é o nome dado ao software usado para apoiar as atividades de processo de software, como engenharia de requisitos, projeto, desenvolvimento de programas e testes.

Classificação CASE

Segundo Sommerville as ferramentas case podem ser classificadas em três perspectivas:

  1. Funcional – são classificadas de acordo com sua função específica:
    • ferramentas de planejamento;
    • edição;
    • gerenciamento de mudanças;
    • configuração;
    • prototipação;
    • apoio a métodos;
    • processamento de linguagens;
    • análise de programa;
    • teste;
    • depuração;
    • documentação;
    • reengenharia;
  2. Processo – são classificadas de acordo com as atividades de apoio que fornecem, conforme o processo de desenvolvimento:
    • Especificação;
    • Projeto;
    • Implementação;
    • Verificação e Validação;
  3. Integração: são classificadas de acordo com sua organização em unidades integradas que apóiam uma ou mais atividades de processo;

Além destas três perspectiva, Fuggeta (Fuggeta, 1993) propôs uma categorização baseado na abrangência de apoio ao processo de software que compreende em:

  1. Ferramentas: apóiam tarefas individuais de processo, como verificação de consistência de um projeto, compilação de um programa e comparação de resultados de teste:
    • Editores;
    • Compiladores;
    • Comparadores de Arquivos.
  2. Workbenches: apóiam as fases ou ou atividades de processo, como especificação, projeto etc:
    • Análise e Projeto;
      • Workbenches de vários métodos;
      • Workbenches de único método;
    • Programação;
      • Workbenches de propósito geral;
      • Workbenches de linguagem específica;
    • Testes.
  3. Ambientes: apóiam todo ou pelo menos uma uma parte substancial do processo de software. Eles normalmente incluem vários workbenches integrados:
    • Ambientes integrados (IDE);
    • Ambientes centrados em processo.

Referências

  • Engenharia de Software – Sommerville – 4a. edição – Capítulo 4

3 comments on “Ferramentas CASE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *